Cara e Coroa

Desde pequeno ele amava as garotas. As coleguinhas da sala, as coleguinhas da sala anterior à dele. Todas as coleguinhas.

Alguns anos mais tarde, no colegial, amava incondicionalmente todas as garotas. Colegas de sala, suas irmãs mais novas, primas, etc. Amava de longe, mas amava a todas. Incondicionalmente e eternamente até aparecer outra que fazia seu coração descompassar.

Após todas as desilusões e amores não correspondidos do colégio, achou uma garota que estava a sua altura: baixinha, morena. Parecia mais nova do que era, mas já tinha duas filhas.

Alguns meses de convivência ele constatou o inevitável. Estava apaixonado pela garota. Ele tentou evitar ao máximo, pois sabia que deveria ser algo passageiro, igual com suas coleguinhas da escolinha ou suas amigas de colégio. Tinha que ser algo passageiro. Só pode ser passageiro. Eu não sou um doente, só amo. Isso nunca poderia ser aceito, ela parecia ser só uma criança.

Quanto mais ele lutava, mais algo de dentro dele dizia que a garota não era uma criança, ela estava pronta para se unir eternamente a ele. Ela era madura e estava pronta pra ser inteiramente amada por ele, demonstrando toda sua verdade interna.

Então ele, convencido, amou.

 –

Desde pequeno ele amou todos os garotos e garotas. Ele amou a todos, mas acima de tudo sua mãe. Seguia sua mãe em tudo que ela dizia e fazia, suas rezas dominicais na igreja, seu amor incondicional a deus. 

Alguns anos mais tarde esqueceu seu amor por todos e se dedicou exclusivamente a deus, em memória a sua falecida e querida mãe.

A desgraça tinha acontecido após a demonstração máxima de amor. Todos o julgavam maníaco, maluco, doente. Ele sabia que todos estavam errados, que ela o amava de volta, que eles poderiam ser felizes apesar da idade. Apesar dela ser filha de sua antiga esposa. Apesar dela ter 9 anos. Apesar dela estar grávida.

Ouviu a história no confessionário e não acreditou. Não era possível que alguém fosse capaz de consumar aquilo que ele tentava reprimir em seus pensamentos. Não acreditava que alguém poderia ser tão corajoso

Todos o pressionavam. Queriam prendê-lo, queriam matá-lo. Ele só queria ser feliz com seu novo amor que agora carregava um pedaço dele em seu ventre.

Ele estava sendo pressionado pela voz dentro de sua cabeça.

Seu deus dizia que o amor não devia ser reprimido. Esse deus sempre dizia isso quando ele pensava em coisas que sua igreja proibia. Mas era inevitável. O outro deus dizia que o corajoso deveria pagar e ser expulso do céu. Se ele dizia, deveria ser. Ele saberia fingir e ir contra sua vontade. Mas internamente tinha inveja dele. 

– 

Ele resolveu desistir. As pessoas não estavam prontas para esse amor. Ele só queria falar com ela mais uma vez, mesmo sabendo que não deixariam. Ele só queria pedir pra que ela tivesse o seu filho. 

– 

Então estava marcado. A entrevista em que ele fazia o papel tradicional, mesmo que isso fosse contra o que, no fundo, ele pensava. Ele excomungaria o corajoso.

 – 

Agora ele fora excomungado e estava preso. Isso não era problema. O problema era que tinham matado seu filho antes dele nascer. O problema era que ele sabia que não sobreviveria para encontrar de novo seu amor.

Estava feito. A vontade de deus fora feita. Mesmo que contra sua vontade. Ele sentia que o filho deveria ser retirado pra garota ser amada novamente por outros. Ela não merecia morrer tão jovem. Tão jovem e deliciosa.

.

só mais uma história que eu inventei.

~ por airomunhoz em março 5, 2009.

3 Respostas to “Cara e Coroa”

  1. Tags: 9 anos, aborto, doença, excomungação, gravidez, igreja.

    Eu li tudo e achei genial. 8)

  2. As Garotas Que Estão COM MIDAS

    Midas, rei da Frígia (Grécia), foi filho do rei Górdias e da deusa Cíbele. Do deus Dionísio, Midas recebeu o dom do toque áureo: tudo que ele tocasse, virava ouro. Nosso mundo contemporâneo, se não tem o Midas em pessoa, mas pelo menos conta com o seu avatar: o magnata mexicano, Carlos Slim Helú, atualmente, o homem mais rico da terra; proprietário da operadora de celular, “claro”, e outras empresas no setor da telefonia. Tem a fama de ressuscitar empreendimentos falidos, porquanto, isso lhe rendeu o apelido de Midas.
    Aproveitando essas coincidências históricas entre Midas, celular e Dionísio, podemos ver este trio incorporado nas garotas de programa dos dias atuais. Sequer podia prever Martin Cooper, quando inventou o primeiro aparelho de telefonia móvel (depois aperfeiçoado pela Motorola), que sua criação fosse revolucionar a indústria da prostituição. Assim como Santos Dumont jamais cogitou que sua invenção fosse converter-se numa devastadora máquina de guerra. Somando-se a isso o fato de Dionísio ter sido o deus da orgia.
    Em conversa com uma putinha biscateira, ela me confidenciou que nunca ganhou tanta grana com sexo, igual após o advento do celular. Hoje, graças ao celular, ela e sua corja podem fechar vários negócios com machos diferentes, no “pregão da bolsa”, os encontros são marcados à velocidade da luz (300.000 km/s), as possibilidades de desencontros caíram para níveis próximo a zero. Todas elas têm o número 190 como telefone de emergência. Desse modo, levar calote ou bolacha do parceiro ficou mais raro, pois a polícia é logo acionada.
    -Vejamos o que diz a bíblia acerca da prostituição:
    Em Provérbios – 9:13-18 “A mulher tola é alvoroçadora; é insensata, e não conhece o pudor. Senta-se à porta da sua casa ou numa cadeira, nas alturas da cidade, chamando aos que passam e seguem direitos o seu caminho: Quem é simples, volte-se para cá! E aos faltos de entendimento diz: As águas roubadas são doces, e o pão comido às ocultas é agradável. Mas ele não sabe que ali estão os mortos; que os seus convidados estão nas profundezas do Seol (inferno).” E 5:3-14 “Porque os lábios da mulher licenciosa destilam mel, e a sua boca e mais macia do que o azeite; mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes. Os seus pés descem à morte; os seus passos seguem no caminho do Seol. Ela não pondera a vereda da vida; incertos são os seus caminhos, e ela o ignora. Agora, pois, filhos, dai-me ouvidos, e não vos desvieis das palavras da minha boca. Afasta para longe dela o teu caminho, e não te aproximes da porta da sua casa; para que não dês a outros a tua honra, nem os teus anos a cruéis; para que não se fartem os estranhos dos teus bens, e não entrem os teus trabalhos na casa do estrangeiro, e gemas no teu fim, quando se consumirem a tua carne e o teu corpo, e digas: Como detestei a disciplina! e desprezou o meu coração a repreensão! e não escutei a voz dos que me ensinavam, nem aos que me instruíam inclinei o meu ouvido! Quase cheguei à ruína completa, no meio da congregação e da assembléia.”
    Em 1 Tessalonicenses 4:3 “Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição.”
    Porém, em Mateus 21:31-32 “Qual dos dois fez a vontade do pai? Disseram eles: O segundo. Disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus. Pois João veio a vós no caminho da justiça, e não lhe deste crédito, mas os publicanos e as meretrizes lho deram; vós, porém, vendo isto, nem depois vos arrependestes para crerdes nele.”
    E em Hebreus 11:31: “Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os desobedientes, tendo acolhido em paz os espias.” Alfim, em Mateus e Hebreus as meretrizes ganham o indulto divino. Talvez aquelas que insistem nessa prática pecaminosa imaginam que com o cachê ganho possam comprar a salvação através do dízimo pago.
    Se a biblia sagrada não fosse um alfarrábio tão contraditório, já que o Brasil virou um puteiro, Satã teria que aprender protuguês para recepcionar tantas fornicadoras vestidas de verde e amarelo.
    Dantes, Zonas do Baixo Meretrício – ZBMs, eram bordéis excluídos do meio sócio-familiar. Mas com o desaquartelamento das “piranhas”, tornou-se impossível isolar esse antro. Presentemente, um cabaré pode estar em um lar, carro, numa escola ; a putaria apresenta-se pulverizada e onipresente.
    O perfil das prostitutas também vem passando por uma conversão adaptativa. Aquelas prostitutas que outrora eram vendedoras de prazer, agora, na segunda geração de bastardas estão dissimuladas sob eufemismos como: mãe solteira, produção independente, liberal, free lance etc. Todas se esforçam para imitar a esperteza da piriguete da novela das oito: mentindo, iludindo e extorquindo. Depois de ficarem assolapadas de tanto transar com os pitboys das drogas, uma vez sucateadas, buscam refúgio em um coroa ou fazem um jogo paralelo com este. Quem é o coroa? É aquele trouxa depois dos 45 anos, que batalhou a vida inteira e conseguiu acumular uns BENS para comprar uns AMORES. A vagabunda sabe que, para o marmanjo, ela ainda está com a bola toda: o coitado tem de pagar pela diferença de idade, se quiser ter do seu lado uma carne nova capaz de elevar a auto-estima do mané. Esse sim, é um MIDAS nas garras das putinhas vigaristas. Logo o idiota velho é convertido em “meu marido, meu esposo” etc. -“Tu viste lá, fulana, nossa colega Espertereza com um coroa passeando num carrão esticado?! Poderosa, né?!” Cobiça a sua colega Porforina que ainda não fisgou um pato. “A gente quer mais é se dar bem!” Arrotam as vadias.
    -Como se pode ver, as putas modernas tiram o máximo de proveito de sua profissão: oferecem-se como produto de exportação, fazem parceria com criminosos, forjam gravidez com empresários, cadastram-se em programas assistenciais do governo, pagam curso universitário com o próprio sexo, sindicalizam-se como lavradoras ou pescadoras de araque e compõem outros esquemas. Elas cometem suas delinquências porque têm a certeza da causa ganha. Pois sabem de suas co-irmãs, cortesãs congressistas, que legislam a aprovam leis que asseguram o triunfo das mulheres safadas sobre os homens.

  3. Muito obrigado pastor pelas palavras tão sabiZZZZRONC

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: