Andy, You’re a Star

“O seu PROBLEMA é que você se importa de mais.” 

Ela jogou essas palavras sem sentido na direção dele como dardos rumando ao alvo. Acertou em cheio.
Ele flexionou os dedos da mão direita e tentou falar, mas as palavras agarraram-se nos dentes, se recusando a sair.

“Você sempre fica em silêncio! Não tem coragem de falar o que pensa, de se defender. Você é COVARDE. Nem tudo é dor, sabe?”. 

Ele tentou se acalmar, tentando se convencer de que ela não era seu mundo, como alguém dissera alguns anos antes. Ela poderia ir embora com aquela imagem dele, ele não se importava. Sua consciência estava limpa. 

“Se nem assim você se expressa, vou embora.” 

Ele sabia que se ela quisesse ir, já teria deixado ele plantado na calçada, como uma estátua fria e sem importância, de alguém importante que ninguém se lembra mais. Mas ela não deu a partida no carro. Passou a mão no banco do passageiro e lembrou daquele dia que havia sangue e cacos de vidro em todo lugar. Tentou limpar a mancha escura, em vão. 

“Sabe, depois daquele dia, achei que nós ficaríamos juntos para sempre.” 

Ele não conseguiu fazer nada a não ser tentar concordar com a cabeça. Foi um movimento imperceptível. 

“Só que eu não te amo mais.” sussurrou, girando a chave na ignição. 

Ele tentou falar pela ultima vez, em vão. Queria lhe contar a verdade, mas era impossível. Ele parecia estar subitamente mudo. Ou morto. 

Então um “Adeus” voou da janela já em movimento e se chocou violentamente com um ‘Eu ainda te amo’ tardio. Outro acidente ocorrera. Porém dessa vez não havia um braço mutilado, só um coração estilhaçado. Em partes, no chão, dissolvendo-se na chuva e descendo a rua para o bueiro mais próximo. 

Ele arrastou-se para casa, sendo atingido pelas gotas de sangue que caiam do seu céu. Ele queria dizer que desde que ela colocou seu número no armário ele nunca tivera um dia triste, apesar da dor que ele sorvia. Mas a única coisa que conseguiu desejar era ter morrido no lugar da relação.

Inspiração?

~ por airomunhoz em fevereiro 4, 2009.

2 Respostas to “Andy, You’re a Star”

  1. foda-> “Então um “Adeus” voou da janela já em movimento e se chocou violentamente com um ‘Eu ainda te amo’ tardio. Outro acidente ocorrera. Porém dessa vez não havia um braço mutilado, só um coração estilhaçado. Em partes, no chão, dissolvendo-se na chuva e descendo a rua para o bueiro mais próximo.”

  2. cacete
    voce que escreveu ?

    oO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: